Campanha Julho Amarelo aborda a importância da luta contra hepatites virais

admin julho 08, 2021

Tipos mais registrados no Brasil são causadas pelos vírus A, B e C. Doença que ataca o fígado pode desencadear câncer neste órgão Consideradas graves problemas de saúde pública no Brasil e no mundo, as hepatites virais são infecções que atingem o fígado, causando alteração do órgão, sendo de intensidades leves, moderadas ou graves. As alterações são na maioria das vezes silenciosas. Quando se manifestam, os sintomas mais comuns são febre, cansaço, mal-estar, tontura, enjôo, vômitos, dor abdominal, olhos e pele amarelados, urina escura e fezes claras. No Brasil, os tipos mais comuns desta doença são causados pelos vírus A, B e C (a tipologia D, menos comum, é registrada no norte brasileiro e a E na Africa e Ásia). A infecção não tratada corretamente pode comprometer o fígado, causando fibrose ou cirrose, que podem levar ao aparecimento de câncer ou a necessidade de transplante do órgão. As mortes causadas por hepatite em todo o mundo chegam a cerca de 1,4 milhão de registros anuais, sendo os óbitos por tipo C compatíveis aos de HIV e tuberculose no mesmo período de tempo. O SUS oferece gratuitamente o diagnóstico, medicação e tratamento das hepatites B e C, recomendando que as pessoas sejam testadas ao menos uma vez na vida. A hepatite B tem vacina (as pessoas podem procurar os PSF’s para vacina) e a C tem cura (os PSF’s e o CEMO Dr. Ovidio oferecem os testes rápidos para diagnóstico). E neste mês a prevenção fica mais em evidência, com o Julho Amarelo. Em razão da pandemia, as atividades da SMS estarão mais restritas. Nesta quarta-feira, 07/07, houve abordagem social, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social – via Posto do do Migrante (localizado na Rodoviária Municipal), às pessoas em situação de rua. Foram oferecidos testes rápidos (HIV, Hepatite B e C, Sífilis), orientação sobre prevenção e vacina Hepatite B, distribuição preservativos, dentre outros. A mesma programação será realizada nos dias 08/07 e 14/07, com servidores da Secretaria de Infraestrutura e Serviços.

Compartilhar isso